Konstantinos Stergiou fala sobre economia social na Uesc

Novembro 28, 2015 Sem comentários »

uesc
O coordenador e gestor do Projeto Desenvolvimento de Competências em Economia e Empreendedorismo Social (SEEDS em inglês), o grego Konstantinos Stergiou, vai proferir palestra para estudantes, professores e pessoas interessadas. O evento ocorre na sala de Treinamento da Coordenação de Desenvolvimento de Recursos Humanos (CDRH), das 16 às 18 horas da próxima quarta-feira(2-12) promovido pelo curso de Línguas Estrangeiras Aplicadas às Negociações Internacionais (Lea), da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC).

O evento conta com o apoio da Cooperbom Turismo, que representa e participa, no Brasil, do Projeto SEEDS de capacitação com implementação a nível local e nacional. “O palestrante, Konstantinos Stergiou, é grego, fala fluentemente, inglês e espanhol, portanto, uma excelente oportunidade para os alunos, do Lea e de outros cursos, praticarem o idioma em uma ação não-formal mas dentro da academia e ao mesmo tempo entenderem o processo do ponto de vista da economia social, empreendedorismo e educação não-formal,” frisam os promotores do evento.

Desenvolvimento de Competências em Economia e Empreendedorismo Social é um Projeto de capacitação co-financiado pelo ProgramaErasmus+, da União Europeia, com inserção na Grécia, Itália, Finlândia, Romênia e Suécia (UE), Argentina, Brasil, México e Peru (AL). O Projeto teve início este ano, na Grécia, e será concluído em 2017, na Finlândia.

O objetivo do SEEDS é contribuir para o desenvolvimento das boas práticas no campo da economia e empreendedorismo social como um instrumento para alcançar a auto sustentabilidade financeira e o desenvolvimento organizacional no setor não governamental. Tem como metas promover o conceito e a prática da economia social entre as comunidades locais e ONGs envolvidas no projeto; criar instrumento de desenvolvimento de competências na área do empreendedorismo social e a gestão de projetos, fundando e testando ferramentas e módulos de capacitação e o desenvolvimento de um modelo de compartilhamento cross-sectorial de boas práticas entre empresas sociais e ONGs.

Assunto Relacionado

Comente