Mobilização conscientiza comerciantes contra o Trabalho Infantil

Abril 27, 2018 Sem comentários »

“As crianças devem estudar, ter os dias ocupados com atividades que auxiliem na sua formação. Ajudar os pais é uma coisa, trabalhar é bem diferente”, destaca o feirante Ademar Souto Lopes. A opinião foi manifestada durante a mobilização contra o trabalho infantil, realizada na manhã desta quinta-feira (26), na Central de Abastecimento do Malhado, pela Secretaria de Desenvolvimento Social e apoio da Secretaria de Indústria e Comércio de Ilhéus.

Uma equipe formada por mais de 40 profissionais dos programas sociais da SDS, Centro de Referência da Assistência Social (Cras), Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) Centro de Referência Especializado da Assistência Social (Creas), Centro Especializado para Pessoas em Situação de Rua (Centro Pop), Primeira Infância no Suas – Criança Feliz e  grupo de Abordagem sensibilizou feirantes e comerciantes com a entrega de panfletos  e  reforçando a conscientização contra o trabalho infantil.

“O objetivo é conscientizar a população que lugar de criança é na escola. Que elas devem estudar e seguir o cronograma de responsabilidades de acordo a sua idade”, disse a coordenadora do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), Jéssica Varjão. Ela destaca ainda que essa é a primeira ação após o redesenho do PETI e que muitas outras estão programadas para acontecer.

“Temos um calendário de ações para fazer, vamos visitar diversos locais, escolas, postos de saúde, mobilizar a sociedade de forma geral. A proposta é fazer um diagnóstico das crianças e das famílias e inseri-las nos programas sociais de acordo ao perfil social de cada uma delas”, afirma.

O administrador da Central de Abastecimento, Fernando Simões, relata que o trabalho em conjunto com a secretaria de Desenvolvimento Social fortalece as ações que vem sendo desenvolvidos no local. “Esse apoio da equipe da SDS é importante para inserir as famílias em programas sociais e incentivar os responsáveis das crianças a matricular elas nas escolas. Elas são o futuro do nosso país, educação é fundamental para a formação dos cidadãos”, finaliza.

Além da panfletagem, servidores municipais se caracterizam para abordar a população e um carro de som com músicas infantis levando mensagens de conscientização de forma lúdica.

Redesenho do PETI – O redesenho fortalece o papel de articulação da rede de proteção, por meio das ações estratégicas para enfrentamento com toda a rede do Sistema Único da Assistência Social (Suas). A atualização do PETI aprimora as ações de transferência de renda e o trabalho social com crianças, adolescentes e suas famílias. A oferta de serviços socioeducativos foi reordenada para potencializar os atendimentos. O trabalho infantil é crime. Para denunciar disque 100 ou procure os órgãos competentes, como a Secretaria de Desenvolvimento Social, Conselho Tutelar ou o Ministério Público do Trabalho.

Assunto Relacionado

Comente