Vereador Thadeu Muniz faz sérias acusações ao governo municipal

Abril 27, 2018 Sem comentários »

Hoje pela manhão vereador e advogado Thadeu Munizparticipou do programa Balanço Total apresentado por Tony Matiolli, na Rádio Santa Cruz. O edil teceu duras críticas à inércia do governo municipal, relatou que está sendo perseguido e classificou a gestão de Mário Alexandre como uma gestão voltada para interesses pessoais. 

De acordo com o vereador, o governo está usando a máquina pública para atender aos interesses próprios, promovendo licitações fraudulentas e não realizando os serviços básicos para a população.  “O governo municipal desde o inicio de sua gestão vem mostrando um desgoverno.É um governo pautado em uma mentira, acusações inverídicas principalmente em relação a este vereador. Um governo que não atende e não vem atendendo aos pedidos básicos da população. Um governo onde a propaganda descabida e mentirosa está prevalecendoUm governo onde o que faz é dilapidar o patrimônio público, dilapidar o Erário e prova disso, posso citar aqui, dentre outras, diversas licitações fraudulentas que foram anuladas. Licitações milionárias como a do cimento a R$ 50 reais e poltronas a 800% do valor usual do mercado.”, enfatizou Muniz. 

Outro ponto abordado na entrevista foi os projetos enviados por Mário Alexandre à Câmara,  classificados pelo vereador como de interesses escusos e pessoais.  Thadeu citou o projeto de número 043/2018 enviado à Câmara para que fosse autorizado o pagamento de mais de R$ 16 milhões à Embasa. “Esse projeto contém duas páginas. Uma é o valor que passa de mais de 16 milhões e a outra é o pedido para que aquela casa [Câmara Municipal] autorize que o governo municipal, através de um acordo, pague a uma empresa do Estado – Embasa. Eu fui o único que votei contra. Não tinha elementos mínimos para saber se a dívida existia. Não chegou uma prova, nenhuma planilha, apenas o valor. Seria irresponsabilidade desse vereador autorizar um pagamento sem saber se a divida existe”, explicou.  O vereador lembrou que essa dívida já tem decisão judicial favorável, interposta pelo governo passado.  

Thadeu Muniz também lembrou a demolição do posto de saúde Sara Kubitscheck e ressaltou que não há interesse do governo municipal em levar à população uma saúde de qualidade “O primeiro ato do governo foi a demolição do posto de saúde e disse que em 6 meses estaria pronto. Tem quase 2 anos parado”, lembrou . Para o vereador, o governo municipal busca a reeleição da deputada, Ângela Sousa, dilapidando o Erário, o que é imoral e ilegal.

Assunto Relacionado

Comente