Com 34 mil casos de sífilis em cinco anos na Bahia, Sesab intensifica ações contra doença

Outubro 28, 2019 Sem comentários »

A Secretaria de Saúde de Bahia (Sesab) intensificou, no sábado (26), as ações de prevenção e combate da sífilis e sífilis congênita, esta última causada pela transmissão entre gestante e bebê. Segundo dados da pasta, entre os anos de 2015 e 2019 foram contabilizados 34 mil casos de infecção por sífilis, do total, 43,18% dos casos foram de mãe para filho.

 

Segundo Tereza Paim, subsecretária estadual da Saúde, foram realizadas em 17 unidades estaduais rodas de conversa, distribuição de preservativos, testes rápidos, aconselhamentos médicos, além do encaminhamento imediato ao tratamento. Paim também destaca que a sífilis é uma doença que atinge exclusivamente os humanos e possui cura.

 

No mesmo período de contabilização de novos casos da infecção, foram constatados que 5.500 menores de um ano tiveram diagnóstico positivo para sífilis, adquirida por transmissão vertical da gestante para o feto.

Assunto Relacionado

Comente