Cruzeiro não consegue acordo com T. Neves; rescisão será tratada na justiça

Janeiro 8, 2020 Sem comentários »

Cruzeiro e Thiago Neves terão mesmo que discutir o futuro do jogador na Justiça. As duas partes sentaram nesta terça-feira (7) para discutir a situação do atleta, mas não chegaram a um acordo. Desta forma, a possibilidade de rescisão será decidida nos tribunais.

A reunião do clube mineiro foi feita com o empresário Leandro Lima, que representa Thiago Neves. No final do ano passado, o meia entrou com uma ação na justiça do trabalho cobrando R$16 milhões do Cruzeiro, além da rescisão contratual. Atualmente, Thiago tem vínculo com o clube até o final deste ano, mas ainda não compareceu aos dois primeiros treinamentos na Toca da Raposa.

Além dos salários atrasados, Thiago também cobra do Cruzeiro o pagamento de direitos de imagem e FGTS não depositados pela entidade. Esta quarta-feira (8) marca o quinto dia útil de janeiro, mas os jogadores do Cruzeiro seguirão sem receber, já que o clube está sem dinheiro e não tem previsão de quando terá receitas. A situação já foi passada aos atletas desde segunda (6), na reapresentação do elenco. Os salários na carteira de trabalho estão atrasados desde outubro, enquanto os direitos de imagens não são pagos há pelo menos seis meses. Já o FGTS não é pago desde o início do ano passado.

Ao lado de Thiago Neves, o zagueiro Fabrício Bruno também entrou recentemente na justiça contra o Cruzeiro. O defensor, no entanto, deverá retirar a ação para ser negociado com o Red Bull. Apesar de outros atletas alegarem que não tomarão o mesmo caminho, o clube corre o risco de receber mais más notícias sobre novos processos, e por isso tenta viabilizar o mais rápido possível o futuro dos jogadores mais caros do elenco.

Assunto Relacionado

Comente