Jardine exalta elenco da Seleção sub-23 após classificação à Tóquio-2020

Fevereiro 10, 2020 Sem comentários »

Foi no último jogo, mas a Seleção Brasileira sub-23 garantiu vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Na madrugada desta segunda-feira (10), a garotada do Brasil venceu a Argentina por 3 a 0, no estádio Alfonso López, pela terceira rodada do quadrangular final do torneio Pré-Olímpico. O técnico André Jardine exaltou o elenco que se esforçou para estar no time Canarinho.

 

“É um papel que cabe não só à comissão, mas à CBF como um todo, que sempre luta para ter os melhores atletas. A Seleção se cobra pra vencer e ter grandes equipes, todo esforço é justificável. Se não conseguimos todos os atletas que queríamos, o jogo de hoje provou como era importante o esforço para ter Paulinho e Cunha. Por tudo que fizeram, não consigo imaginar a seleção sem eles”, afirmou.

 

Após uma primeira fase irretocável, o Brasil viveu momento de irregularidade no quadrangular final e chegou na última rodada precisando vencer para ir à Tóquio. “Dentro do campeonato, procurei dar sequência na equipe dentro do possível. Dando confiança, tentando evoluir ideias dentro do que construímos desde Toulon. As seleções nos estudaram muito, tivemos dificuldades de criar ações como criávamos. Mas no momento de decisão é que se exige alguma atitude do treinador”, comentou Jardine.

 

Com o resultado, o time Canarinho terminou a competição na segunda colocação com cinco pontos, um a menos do que a líder Argentina e um a mais do que o Uruguai, que ficou na terceira posição.

 

“Construímos uma base. Não vamos fugir disso, vamos acompanhar cada um nos clubes. Eles precisam se manter para estar aqui. A partir de agora vamos começar, depois de descansar, a pensar em atletas de mais idade que podem trazer experiência maior. Um tempero que a equipe precisa. E torcer para que os atletas que aqui estiveram continuem desempenhando, que se firmem nos seus clubes. Quanto mais jogarem mais experientes vão ficando. Vamos chegar em Tóquio com uma equipe forte, não só os que estão aqui. Mas também os que estiveram na caminhada e não conseguiram vir. Casos do Lyanco, Emerson, Douglas Luiz, Walce, que se machucou. E quero mandar abraço para ele. Que dê tudo certo e a gente possa se encontrar em Tóquio”, disse o treinador.

Assunto Relacionado

Comente