Inep faz contrato de impressão do Enem 2020 com gráfica onde ocorreu vazamento em 2009

Agosto 5, 2020 Sem comentários »

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) anunciou na terça-feira (4) que assinou o contrato de impressão do Enem 2020 com a Gráfica Plural. A empresa selecionada pelo Ministério da Educação (MEC) é a mesma responsável pela impressão dos cadernos na edição 2009, quando ocorreu vazamento da prova, provocando o adiamento naquela ocasião. 

 

O serviço custará aos cofres da pasta o equivalente a R$ 63 milhões. O documento, com validade de um ano, foi assinado na última sexta-feira (31).  As provas impressas serão aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021. Já o Enem Digital ocorrerá em 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021. Nesta modalidade, os participantes receberão impressas as folhas de redação e as folhas de rascunho. A escolha da gráfica é feita por meio de um processo licitatório.  

 

De acordo com o Inep, o contrato assinado prevê ainda a impressão do material para o pré-teste de itens e as provas de reaplicação, realizada para casos específicos de participantes com problemas logísticos ou doenças infectocontagiosas. Também está prevista a tiragem destinada ao Enem para adultos privados de liberdade e jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL). As aplicações serão em 24 e 25 de fevereiro de 2021.

Assunto Relacionado

Comente