Praia ou Lixão da Avenida?

Janeiro 13, 2015 Sem comentários »

A Avenida Soares Lopes é um dos locais mais conhecidos de Ilhéus. É certo que todo turista ao chegar na cidade, passe por lá! À noite, talvez não haja lugar com mais opções de lazer, sobretudo no verão. Durante o dia, porém, a sua praia não oferece uma diversão completa. Ou será que é possível curtir rodeado de lixo?

Avenida 003

 

 

 

 

 

 

 

 

.

Na manhã desta segunda-feira (12), a Rádio Santa Cruz esteve nas areias da Avenida para conferir a situação de descaso e falta de consciência. Como explicar que uma praia tão acessível, por ser próxima ao centro e aos principais pontos turísticos ilheenses, deve ser evitada tanto pela população, como pelos visitantes? São 2 km de litoral, ora com acúmulo de lixo, ora com abandono total.
O pior ponto, acredite, é o mais fácil de chegar. Logo no caminho da Catedral de São Sebastião, passando pelas barracas de coco, até a praia, o lixo já toma conta. São muitas sacolas plásticas, muitas garrafas, muitas caixas de papelão, e até objetos dos mais inusitados. A impressão que fica é que não é somente o lixo utilizado na própria praia descartado de forma incorreta. Pode-se arriscar que pessoas vão lá apenas para depositar o seu lixo.

Avenida 010

Essa lamentável situação da praia da Avenida não é novidade para o ilheense. Há acúmulo de lixo nas areias há tanto tempo, que até parece que isso é uma coisa normal. Mas não é! E por mais repetitivo que tenha que ser, a Rádio Santa Cruz vai estar em cima do responsável. A culpa não se dirige a um só. Temos dois lados que contribuem para essa vergonha. A Prefeitura pelo seu setor responsável tem a obrigação de realizar limpezas com periodicidade. Se há funcionários varrendo e coletando lixo nas ruas, porque não há também nas praias?
O outro lado da culpa é da população. Não foi a Prefeitura que jogou plásticos, papeis e garrafas na areia. O povo que utiliza o local para passar sua manhã e/ou sua tarde, consumindo comidas e bebidas, precisa ter consciência ambiental. Em momento algum e por motivo algum, alguém pode se achar no direito de descartar lixo em qualquer lugar. Se não houver lixeiras (e realmente não há), o correto é guardar em uma sacolinha e quando estiver indo embora, colocar em alguma lixeira. Simples! A necessidade de se evitar o descarte nas areias ou na água tem um objetivo muito maior do que a questão visual, a questão de beleza. Não sujar é essencial para o meio ambiente e para a saúde. Com essa fácil ação, você não põe em risco a vida dos animais, das plantas e a sua, uma vez que utilizar um local sujo traz inúmeras doenças.
Conscientes da culpa e do que fazer, não há razão para continuar prejudicando a nossa cidade dessa maneira. Tanto Prefeitura, quando população precisam agir imediatamente. A praia da Avenida Soares Lopes, hoje, se vê mesclada em uma beleza natural e um descaso artificial. A natureza já fez sua parte: disponibilizou um litoral de causar inveja. Só falta os donos desse litoral, os ilheenses, tomarem a atitude correta, e aproveitar melhor esse presente de luxo.

Veja abaixo a mesclagem entre beleza e descaso:

Avenida 001

Avenida 016

Avenida 009 Avenida 005

Avenida 011 Avenida 015

Avenida 014 Avenida 002

Avenida 008 Avenida 006

Avenida 004 Avenida 013

Avenida 007

Fotos: Pablo Brandão.

Assunto Relacionado

Comente