Ilhéus discute a implantação de consórcio cultural do litoral sul

Agosto 28, 2017 Sem comentários »

 

 

 

“Gestão, conselhos e políticas públicas, o lugar da cultura na gestão pública” é o tema do seminário que será realizado em Ilhéus, visando discutir a proposta de implantar no Território Litoral Sul da Bahia um consórcio cultural. O evento, que acontece nos dias 29 e 30 de setembro e 1º de outubro, no Teatro Municipal, é dirigido a artistas, gestores culturais, pesquisadores, conselheiros de cultura, professores, interessados na cultura.

O seminário tem o objetivo de produzir debates sobre gestão cultural e conselhos de cultura, construir espaços de diálogo entre os municípios e participantes com vistas à execução de um consórcio cultural, eliminar dúvidas sobre a criação, execução e funcionamento do sistema de cultura, fomentar o empreendedorismo cultural regional e conscientizar sobre a importância da Economia Criativa para a cadeia produtiva regional, visando colaborar com os pequenos do sul da Bahia.

Os palestrantes são Alessandro Fernandes, pró-reitor de Extensão da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc); Cláudia Leitão, ex-secretária de Economia Criativa do Ministério da Cultura; Claudiana Figueiredo, coordenadora regional do escritório do Sebrae de Ilhéus; Américo Córdula, ex-secretário da Identidade e Diversidade Cultural do Ministério da Cultura de São Paulo; Bernardo Machado, pesquisador da Fundação João Pinheiro, de Minas Gerais; Cris Alves, especialista em acessibilidade cultural, de Salvador; e Pedro Jatobá, diretor de Ações Culturais do Instituto Intercidadania, Recife.

Promovido pela Comunidade Tia Marita, em parceria com o Sebrae, Uesc e o Fórum de Agentes, Empreendedores e Gestores Culturais do Território Litoral Sul (Faeg-sSul), o evento tem o apoio da Secretaria de Cultura de Ilhéus e da Córdula Responsabilidade Social.

Os debates serão mediados por Sandro Magalhães, superintendente de Promoção Cultural da Secretaria de Cultura da Bahia; Emílio Tapioca, presidente do Conselho Estadual de Cultura; Kuka Mattos, Coordenador de Relações Institucionais da Funceb; Maria Áurea de Souza, de Canavieiras; Lula Dantas, de Itabuna e Victor Aziz “que mostrarão que a cultura, há muito, deixou de ser a cereja do bolo para ocupar posição estratégica no desenvolvimento econômico dos municípios”, disse Pawlo Cidade, curador do seminário.

Assunto Relacionado

Comente